Margherita Spiluttini

Haus eines Komponisten, Weerberg, AT. Foto 1996

Quando foi registada esta fotografia?

A fotografia foi tirada em Weerberg-Innerst, uma pequena aldeia nos Alpes, situada num vale entre Wattens e Schwaz, no Tirol, na Áustria, a 1300m acima do nível do mar.

Quando foi tirada?

Em Outubro de 1996.

Quais eram as condições no local?

À primeira vista, as condições atmosféricas naquele momento serão bastante claras para o observador desta imagem. São um elemento essencial para a mesma. Quase tão dominante era o cheiro a estrume que vinha de um terreno vizinho.

Existe algum aspecto técnico que queira referir?

Não, não existe nenhum aspecto técnico em particular para além do formato 4×5” e do uso de uma película fotográfica “ektachrome”.

Como entrou dentro do local?

Através da cliente que foi a arquitecta da casa, a Sra. Margarethe Heubacher-Sentobe.

O que acaba por achar mais interessante nesta imagem?

Nos Alpes, especialmente no Outono, o nevoeiro é um fenómeno meteorológico bastante frequente. Contribui para que as montanhas não sejam apenas entendidas como algo extremamente belo mas também ameaçador e misterioso. Apesar de o edifício ser apresentado de uma forma “sombria”, sendo apenas parcialmente visto, esta imagem acabou por ser amplamente difundida merecendo algum destaque.

Existe algo que quisesse comunicar através desta fotografia?

Creio que vale a pena explorar um local do ponto de vista da fotografia, especialmente quando as circunstâncias não correspondem às percepções geralmente aceites como “condições ideais”. Acaba por dar indicações que apontam para as qualidades da arquitectura e do espaço, de forma mais eficiente que as maneiras mais convencionais de harmonização.