Jim Stephenson

Architecture and Interior Photography by Jim Stephenson

Onde e quando foi tirada esta imagem?

Esta é uma imagem do pavilhão da Serpentine Gallery em Hyde Park (Londres). A fotografia foi tirada às 9:38 do dia 4 de Junho de 2013.

Foi a primeira vez que esteve neste sítio?

Eu tinha estado a visitar o sítio durante umas semanas a propósito de um pedido feito para documentar a construção do pavilhão. A abertura da estrutura completamente construída coincidiu com o meu último dia de trabalho.

Quais eram as condições no local?

Tendo em conta a natureza temperamental dos verões britânicos, a luz estava particularmente boa. O sol estava exposto e a neblina matinal tinha desaparecido. O dia começava a aquecer e eu estava confortavelmente vestido com uma t-shirt (isto é importante especialmente quando se carrega equipamento fotográfico muito pesado ao longo de parque). Hyde Park é que espaço verde enorme no centro de Londres e por isso combina a tranquilidade de um parque com o rumor distante do tráfego relembrando que não deixamos de estar numa cidade.

Existem questões técnicas especiais em relação a esta fotografia?

No sentido mais técnico, esta não é uma imagem particularmente sofisticada. Enquanto fotografava o pavilhão no seu dia de abertura, reparei num grupo de fotógrafos de agências de comunicação a gritarem por uma fotografia. Então eu retirei a minha máquina fotográfica do tripé onde estava e tirei as fotos. Registei algumas imagens e acabei por escolher esta no meio das várias. O primeiro plano (à direita da imagem) é importante tanto para tanto para o contexto como para enquadrar o grupo de fotógrafos, e tal como com grande parte do meu trabalho, os planos verticais são pelo menos verticais.

O que é que acha mais interessante sobre esta fotografia?

Este edifício apenas existiu durante alguns meses antes de ser desmantelado (foi pensado como uma estrutura temporária) e durante o Verão foi fotografado muitas e muitas vezes por diferentes pessoas, especialmente no dia da sua abertura. Creio que esta ideia de um grupo enorme de fotógrafos registarem o edifício desta forma de um grande sentido de humor. Provavelmente lança um olhar diferente sobre o edifício. Este tipo de comportamento está normalmente reservado aos paparazzi quando encontram alguma celebridade. Aqui o edifício é a estrela.

Há alguma coisa que quisesse comunicar através desta fotografia?

Não planeei tirar esta fotografia. Foi mais um improviso que outra coisa. Então não poderei dizer que queria comunicar algo em particular através dela. Tendo dito isto, uma vez divulgadas as minhas imagens através de revistas, jornais, blogues, etc. esta imagem acabou por ser a mais popular! Gosto de mostrar a reacção das pessoas à arquitectura e gosto de usar o espaço no meu trabalho o mais possível e isto é um claro exemplo de uma reacção extrema que tem um certo humor. Serve para mostrar que por vezes não são as imagens que julgamos interessante as que têm maior apelo.


A imagem e entrevista seleccionadas fazem parte do projecto editorial “1 Photo(grapher)”.