Alessandra Chemollo

ac

Onde e quando tirou esta fotografia?

Tirei esta fotografia fora da Igreja de Marco de Canaveses – desenhada pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira – no dia 4 de Abril de 1999, num Domingo de Páscoa, por volta do meio-dia.

O que se lembra em relação às condições no local a essa hora?

Da Primavera, do Sol e de perfumes.

Existem aspecto técnicos relacionados com o registo desta fotografia que queira mencionar?

Esta fotografia foi tirada com uma câmara 6×9. Trata-se de uma máquina italiana chamada Silvestri: analógica, amovivél e é uma simplificação de uma “view camera” mas partilha as etapas de selecção do enquadramento e de registo em dois momentos diferentes: é necessário ver a imagem ao contrário (isto relativamente à realidade que se quer registar) através do vidro fosco e substituí-la com o cartucho que contem o filme. Não se olha pela câmara. Isto permite que um novo elemento seja introduzido na cena: o fotógrafo, que normalmente tem o rosto coberto pela câmara que se relaciona de frente com o assunto a ser registado.

Como surgiu esta oportunidade de fotografar esta obra?

Fui contratada para fazer um trabalho para o “Catalogo Electa Álvaro Siza, opera completa”. Tinha chegado uns dias antes de começar o registo. Decidi voltar durante a missa da Páscoa uma vez que é a única ocasião no ano em que a porta de entrada está totalmente aberta.

O que acha mais interessante na imagem?

Escolhi esta imagem porque acredito que o que eu decidi e o que o destino decidiu coincidiram perfeitamente num único momento, adicionando um novo sentido na explicação do projecto arquitectónico através do auxílio dos conteúdos fotográficos.

Existe algo peculiar acerca desta imagem?

Bem, apenas o facto de que neste registo tudo é absolutamente verdadeiro e casual. Ninguém está a posar para a fotografia.

Existe algo que estivesse a tentar comunicar através desta imagem?

Sobre isto eu deixo devo deixar quem sabe mais falar: “Se eu pudesse contar uma história por palavras, não precisaria de carregar esta máquina” Lewis Hine.


Alessandra Chemollo é uma fotógrafa italiana.

A imagem e entrevista seleccionadas fazem parte do projecto editorial “1 Photo(grapher)”.

Advertisements